" EU SÓ QUERO , VER O FIM DESTE FILME " - Por : Ekuva Estrela

Eu só quero ver o fim deste filme! Qual golpe , qual quê? Criaram o grupo para montar mais um capítulo daqueles filmes que habituaram aos angolanos de inventar inimigos da paz.

E como o tiro saiu errado, porque o visado descobriu a tramoia e ainda alertou o realizador sobre as gravações das primeiras peças secretas do filme.

E o realizador , em vez de abortar o filme todo, emendou tão mal que não sei como decidiŕá o final do mesmo. Agora seguem enganando a opinião publica nacional e internacional sobre o julgamento dos 35 + 2 , maioritariamente provenientes das Ex-FALA.

Qual será o desfecho? Será que o artista vai morrer no final? Ou vem aí mais um grupo de " malfeitores"?
COMO BATOTA MPLA TERÁ MAIORIA ABSOLUTA GARANTIDA

CAMARADA PRESIDENTE: “Nosso objectivo é ganhar as eleições com maioria”

O militante número um do MPLA encorajou, nesta 6ª feira (02), todos os militantes, simpatizantes e amigos do Partido a fazerem o seu registo eleitoral.

Luanda, 02 DEZEMBRO 16 (6ª FEIRA) – O Camarada Presidente José Eduardo dos Santos declarou, nesta 6ª feira (02), em Luanda, que o objectivo do MPLA é ganhar as próximas Eleições Gerais, previstas para o segundo semestre de 2017, com maioria qualificada ou, no mínimo, com maioria absoluta.

“O nosso objectivo é ganhar as eleições com maioria qualificada ou, no mínimo, com maioria absoluta.

E o segredo estará na disciplina, na união e coesão de todos, em torno dos nossos candidatos no processo da campanha eleitoral e no momento da votação”, expressou, quando discursava na abertura da 2ª Sessão Ordinária do Comité Central do MPLA.

Para tal, como alertou o militante número um do Partido, “devemos trabalhar com o povo e para o povo, rumo à vitória e celebrarmos, condignamente, o 60º aniversário do MPLA”, a assinalar-se a 10 de Dezembro corrente e cujas comemorações decorrem já em todo o país, até ao último dia do ano.

Ainda neste contexto, o Camarada Presidente José Eduardo dos Santos exortou todos os militantes, simpatizantes e amigos do MPLA a fazerem o seu registo eleitoral, “para estarem prontos para votar em 2017”.

PortalMPLA/AB
CABINDA vs ANGOLA / MPLA: CRIMES

Regime colonial facista de Angola cada vez com o dificuldade de acabar com a resistencia do exercito do interior da flec e seu Governo no exilio que a todo custo,o ditador Angolano o deseja captura-lo e matar Antonio Luis Lopes o Presidente da Republica de Cabinda e da FLEC no exilio,este tem trasido muitas dores de cabeça ao ditador e a cada Representante maximo nomeado pelo ditador Angolano naquela Republica ocupada de Cabinda pelo mpla liderado por Eduardo dos Santos,Adilna da Lomba Katembo actual Representante do Eduardo dos Santos naquela Republica ocupada no dia 01/12/2016 confensou ao General vindo de Luanda afim de ensentivar e moralizar mais os soldados das f.a.a e o povo afim de colaborarem na denuncia e mostrarem as bases do exercito do interior da flec lá na Republica de Cabinda,ela a Representante garantiu ao general Egildo Sousa as mesmas palavras que antes explicou ao general do execito Chachipengo Nunda que,o povo de Cabinda são todos uns flec ja mais tem indicios de colaborar,mesmo para a mobilização de aderirem ao movimento mpla do Eduardo dos Santos é um gato escondido com cauda p'ra fora ela ultimamente só consegue fazer mobilização aos idosos e doentes se for a juventude é perder tempo,solicitou mais militares e policias de intervenção rapida afim de reforçarem o contigente porque 70% que lá estavão movimentaram aos dois Congos afim de apoiarem os ditadores kabila e Sassou,o general Egildo levou as preocupações ao comandante em chefe das f.a.a noutra vertente Antonio luis lopes reforçou a sua equipa tecnica militar com tactica de apoiar os seus vizinhos da oposição afim de que um dos dois Congos seja governado pelo um dos seus alinhados para que o seu Quartel General esteje num desses Países.


Info:moussagarcia-portavoz@cabinda.org
ACTIVISTA DENUNCIA ABUSO DE AUTORIDADE DA PGR

Activista Denuncia Abuso de Autoridade da PGR
7 de Dezembro de 2016 António Domingos "Magno"
domingos-magno-azul

O cidadão António Diogo de Santana Domingos vem junto de Vossa Excelência denunciar a situação abusiva a que tem estado a ser submetido pelo Ministério Público, dirigido superiormente por Vossa Excelência, e requerer a sua imediata cessação.

Em 15 de Outubro de 2015, quando me dirigia à Assembleia Nacional para ouvir o discurso sobre o estado da Nação a ser proferido pelo Vice-Presidente da República Manuel Vicente, fui detido pelo SINSE [Serviço de Inteligência e Segurança de Estado], encaminhado para várias esquadras [policiais] e interrogado por vários elementos desconhecidos, até ser finalmente interrogado por funcionários do Ministério Público.

Desse rocambolesco episódio resultou o Processo: 6484/15 – I G, que investigaria um suposto crime de “falsa qualidade”.

Depois de ter estado 22 dias detido, fui libertado. Num papel epigrafado “Termo de Identidade e Residência”, foi-me aplicada a medida cautelar de apresentação quinzenal na secretaria da Procuradoria-Geral da República. Isto aconteceu em 5 de Novembro de 2015. Verificou-se aqui uma inquestionável ilegalidade e um engano. Deram-me um documento com um título, mas o conteúdo era diferente.

Começo então por me queixar deste detalhe. O papel que me deram com a medida de coacção tinha como título “Termo de Identidade e Residência”, mas foi-me aplicada uma medida mais grave, que surge como uma espécie de nota de rodapé no dito documento. Isto é uma forma de levar o arguido, desconhecedor de matérias jurídicas, ao engano.

Até hoje, dia 7 de Dezembro de 2016, tenho cumprido religiosamente a injunção coactiva do magistrado do Ministério Público, esperando que alguém identifique a ilegalidade e tome medidas para a corrigir.

Mas a justiça angolana tornou-se pasto dos maiores abusos e ilegalidades. Onde se espera cumprimento da lei, surge sempre o abuso e a ignorância da lei.

Quando me foi decretada a medida de apresentação periódica, ainda não estava em vigor a Lei das Medidas Cautelares, que, contudo, entrou em vigor poucos dias depois, em 18 de Dezembro de 2015. Assim, todas as medidas coactivas aplicadas deveriam ser revistas ao abrigo da nova lei.

A medida que me foi aplicada — Apresentação Periódica às Autoridades (artigo 16.º, b) e 26.º da Lei das Medidas Cautelares) — extingue-se decorridos quatro meses sem acusação (artigo 40.º da Lei das Medidas Cautelares por remissão do 26.º, n.º4). Ora, já passaram 13 meses!

Em relação à instrução, também já passaram por demais os prazos previstos no artigo 337.º do Código do Processo Penal.

Foram já ultrapassados os prazos legais para acusação e manutenção das medidas cautelares. Todos os prazos legais.

A manutenção de um processo e de uma medida coactiva contra mim é um abuso de autoridade e de poder, e um constrangimento às minhas liberdades constitucionais fundamentais.

Nestas circunstâncias, solicito ao Senhor Procurador-Geral, general João Maria Moreira de Sousa, que faça imediatamente cessar esta violência contra mim!
 | 
Google Translator:      
+++ HOT NEWS +++ HOT NEWS +++ HOT NEWS +++
POLÍTICA
OPINIÃO
SOCIEDADE
ACTUALIDADE
Dos Santos pode acabar como o Kadaffi e outros da mesma linhagem
7 Dezembro
Reflexão - ( 47 ) Sem querer despresar os esforços de muita gente , quero dizer o seguinte - Por Fernando Vumby
7 Dezembro
Idoso de 76 anos mata a catanada enteado de 27 anos
7 Dezembro
UNITA desafia TC a reagir a denúncias de ilegalidades no registo eleitoral
8 Dezembro
Comissão representativo dos sobreviventes e familiares do 27 de Maio de 1977
7 Dezembro
A apressada Renuncia, do Ditador JES,o Risco da Extinção do MPLA,O pedido de Asilo politico, Na Africa do Sul e o Fim do Calvário Angolano
6 Dezembro
É urgente a mobilização em torno da UNITA , diz António Marques
7 Dezembro
Atenção regime tem planos para fazer passar ex FALA , em rendidos que não querem nada com a UNITA
7 Dezembro
Cabinda : Um povo Um Direito
6 Dezembro
Textos políticos : A Importancia nacional do MPLA perder ás eleições
5 Dezembro
Tchizé dos Santos revela não gostar de ver Nicki Minaj em Angola
6 Dezembro
Cristiano Ronaldo arrisca seis anos de prisão por fuga ao fisco, diz o jornal espanhol El Mundo.
7 Dezembro
Caso golpistas 35
6 Dezembro
Angola precisa de um presidente mais humanista ou com este espírito ?
5 Dezembro
Esta jovem na foto diz-se engravidada por " Rui Falcão " negou assumir a paternidade da criança alegando como condição o teste de DNA
6 Dezembro
Sambizanga em óbito depois de Bangão , Orlando Loy , agora é o Zé Abilio
6 Dezembro
A fraude aos olhos de uma oposição com os olhos fechados porque dá lucro ?
6 Dezembro
Cultura bantu : Um pouco de reflexão sobre as origens de João Lourenco.
4 Dezembro
Este aqui na foto é administrador e 1° secretário MPLA no Rivungo , o mesmo promove atos de intolerancia política na Jamba
5 Dezembro
Estado financeiro da Sonangol
5 Dezembro
Samakuva insta membros a implementar com rigor as orientações da II reunião ordinária
5 Dezembro
Alguns trechos e comentários do Discurso de abertura da II Reunião da Comissão Politica da UNITA proferido por sua Excelência , Isaias Henrique Ngola Sanakuva, Presidente da UNITA.
4 Dezembro
A desistência de JES e indicação de João Lourenço no MPLA ja é a primeira parte da vitoria do POVO ANGOLANO e da UNITA em 2017
3 Dezembro
Comunicado Final da II Reunião Ordinária da Comissão Política da UNITA
4 Dezembro
 
Impressum